Serras: saiba as diferenças entre cinco tipos da ferramenta

Embora possa parecer uma dúvida simples, muitas pessoas têm dificuldades em saber as diferenças entre os tipos de serra. Na hora de comprar o material, preste atenção em alguns fatores que influenciam o corte. O cuidado com a inclinação dos dentes, por exemplo, é fundamental.

Visualmente parecidas, cada tipo é utilizado para uma atividade. No caso dos modelos de serra elétrica manual, existem em geral dois tipos: a serra mármore e a serra com motor lateral. Enquanto a serra com motor lateral, como o próprio nome diz, tem o motor fixado na lateral da lâmina de corte, na outra ele fica atrás da lâmina.

Pruning of  trees with secateurs

Confira outras diferenciações da ferramenta:

Serra circular: ideal para cortes retos em madeira, o “circular” em seu nome se refere ao disco de corte. Há no mínimo quatro tipos de serras circulares: a manual, a de bancada, a esquadrejadeira e a esquadria. A serra circular manual é portátil; a de bancada é fixada em uma mesa; a serra circular esquadrejadeira, que também fica fixa em uma mesa, tem mais variação de ângulo de corte; e, por fim, a serra circular esquadria pode ser usada para cortes longitudinais e transversais.

Serra mármore: possui discos menores e diamantados que são mais resistentes e hábeis a cortar pisos, azulejos, pedras, paredes e tijolos. O fato de o motor ficar à frente da lâmina ajuda na tarefa de enxergar melhor onde está sendo feito o corte. Pode ser utilizada no corte de madeiras: basta trocar o disco para uma dessas finalidades.

Serra Tico-Tico: é uma ferramenta elétrica que possui pequenas serras e trabalha em movimentos de vaivém, o que proporciona condições de realizar cortes detalhados e em curva. Esse tipo de serra faz cortes em até 45º em linha reta ou curva, inclinadas ou perpendiculares. Serve para cortar materiais diversos como madeira, plástico ou metais – alumínio, chapas de aço -, pisos, azulejos cerâmicos entre outros. A profundidade de corte varia de acordo com a função e comprimento das lâminas.

Serra Esquadrejadeira: serra robusta, com a vantagem de poder ser utilizada com alcance variável de 5 x 2,5 metros dependendo da ferramenta. Possui recursos que permitem cortes com maior precisão para deixar a peça no esquadro – ao contrário de outras serras. É usada com intuito de cortar peças de tamanho médio a pequeno, no sentido transversal, normalmente após a mesma ter sido cortada com uma margem de segurança na serra circular.

Serra Fita: é uma máquina que possui uma fita de serra (lâmina) movimentada continuamente pela rotação de volantes e polias. Essa movimentação serve para quaisquer tipos de cortes retos ou irregulares, assim como círculos ou ondulações. Construída por chapas soldadas, a mesa e os volantes são de ferro fundido e, as demais partes, de aço carbono. Esta é uma ferramenta altamente durável e muito utilizada no setor moveleiro. Pode ser usada no corte de materiais muito espessos, difíceis de serem cortados na serra circular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *