Dicas de como limpar piscinas para curtir o verão numa boa

Como limpar piscinas para curtir o verão sem riscos

O verão é uma ótima época para se tirar férias, relaxar e curtir a vida. Porém, às vezes, o calor da estação pode chegar a incomodar. Nessas horas, um refrescante mergulho na piscina é quase irresistível, não? Só que, mesmo em momentos como esse, não podemos esquecer de conferir se a água está em boas condições. Afinal, mesmo que pareça limpa, muitas vezes a piscina pode conter resíduos e bactérias nocivas ao nosso corpo. Por isso, vale a pena você conferir este tutorial que preparamos mostrando como limpar piscinas da forma correta. Depois, é só curtir o verão com a família!

 

Primeiros passos

Como limpar piscinas: aspirador é item fundamentalAntes de tudo, é importante lembrar que todos os tipos de piscinas, com o tempo, ficam com a água deteriorada. Isso também se aplica, portanto, aos modelos infláveis e de armação. A boa notícia é que é possível recuperar a qualidade da água sem a necessidade de esvaziar a piscina. Para tanto, alguns equipamentos são essenciais. Tenha à mão vassoura, peneira, escova macia, aspirador para piscina, decantador e cloro. Como limpar piscinas pode ser um pouco trabalhoso, separe também algumas horas do seu dia para a tarefa.

 

Comece varrendo a parte externa

O entorno da piscina costuma acumular bastante sujeira, conforme a circulação de pessoas e a vegetação da área. Por isso, o ideal é começar varrendo esses resíduos para longe dali, sempre da borda para fora. Assim não há perigo de que a água volte a ficar suja logo após a piscina ser limpa.

 

Faça a limpeza dos filtros

A segunda etapa é limpar a coadeira, também chamada de skimmer. Trata-se daquele dispositivo instalado na borda da piscina, responsável por filtrar resíduos que estejam na água. É preciso, ainda, realizar a limpeza do pré-filtro da motobomba da piscina. Ao fazer isso, tenha sempre o cuidado de desligar o sistema de filtração e de fechar os registros necessários.

 

Peneire a superfície

Como limpar piscinas: peneirar é a parte mais simples do trabalhoEsse talvez seja o item mais fácil do nosso tutorial de como limpar piscinas. Afinal, basta utilizar a peneira para retirar da água folhas, flores, insetos e outras impurezas. Em piscinas de grandes dimensões, o ideal é usar uma peneira com cabo telescópico. Já nas pequenas é possível usar até mesmo um coador de cozinha, desde que ele tenha uma trama bem fechada.

 

Escove o revestimento

Após peneirar a superfície, use uma escova para limpar todo o revestimento interno da piscina. Isso deve remover o acúmulo de algas e resíduos que possa estar grudado às bordas e ao fundo. Além disso, a escovação também impede a formação de manchas permanentes e mantém o revestimento bonito por mais tempo. É importante, contudo, usar sempre escovas de cerdas macias para não causar arranhões na piscina.

 

Utilize o aspirador

Antes de começar, primeiro observe se, após a escovação, os resíduos se concentraram no fundo da piscina. Se isso não tiver acontecido, será preciso utilizar um decantador. Então, se for o caso, use o produto conforme as instruções do rótulo e espere agir. Após a decantação, use o aspirador de forma lenta e gradual, com paciência. Cuide para limpar bem os cantinhos, onde a sujeira costuma se acumular. Quem já sabe como limpar piscinas, geralmente, concorda que a etapa da aspiração é a que mais dá trabalho. Afinal, se o processo não for feito com cuidado, movimentos bruscos com o aspirador podem espalhar novamente a sujeira.

 

Trate a água

Fita teste para piscinasApós toda a limpeza de resíduos físicos, é hora de finalizar com um tratamento químico da água. Primeiro, usando fitas teste para avaliação de parâmetros químicos, verifique os níveis de alcalinidade e acidez. O ideal é que a medição de alcalinidade fique entre 80 e 120ppm. Já o pH deve ficar em torno de 7,0. Se ajustes forem necessários, use produtos específicos para elevar ou reduzir os níveis de alcalinidade e acidez. Feito isso, utilize o cloro para tratar a água e deixá-la livre de fungos e bactérias. Tudo isso, claro, seguindo à risca as instruções dos fabricantes dos produtos.

 

Foto: iStock/Davizro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *